Make your own free website on Tripod.com
a arte de fumar


Primeira página

Iniciantes

Tópicos avançados
      
Marcas diferentes
       Formas de acender
       Formas de tragar
       Formas de soprar
       Como bater as cinzas
       Truques e técnicas
       Charutos
       Narguilé
       Acessórios

Fumante: estilo de vida

Saúde

Tópicos adultos

Contato
Truques e técnicas diversas


     Até aqui, nós cobrimos tudo que pode envolver a técnica de fumar cigarros. Será? Existem outras coisas menos usuais, que podem até não ter nada a ver com os detalhes apresentados, mas que de qualquer forma envolvem cigarro e fumaça, e podem ser divertidas ou prazerosas.


Fumar rápido

    Algo também chamado internacionalmente de "flash smoking", é o processo de fumar um cigarro inteiro no menor tempo possível. Isso pode ser feito com várias tragadas múltiplas, soltando-se a fumaça pelo nariz durante as tragadas, até o momento de bater a cinza ou apagar o cigarro. Para quem gosta de ficar com a cabeça "leve", testar a própria resistência ou simplesmente precisa fumar rapidamente (por exemplo, quando está no aeroporto e o embarque já começou). Uma variação chamada "hot box" é fumar o cigarro inteiro sem tirá-lo da boca, só tragando e soprando pelo nariz.


"Shotgunning"

    "Shotgun", em inglês, é zarabatana -- aquela arma que tem um dardo, dentro de um tubo fininho, que é disparado ao se soprar rapidamente pelo tubo. Há indícios que dizem que esta técnica foi inventada por usuários de maconha da Califórnia nos anos 60. Pode ser divertida se você estiver com alguém que também aprecia fumar, mas exige muito cuidado. Consiste em você colocar CUIDADOSAMENTE o lado aceso do cigarro dentro da boca, encolhendo a língua para trás, selar os lábios em torno do cigarro e soprar através dele. Isso vai fazer a fumaça sair pelo filtro, como uma tragada invertida. A diversão é você fazer outra pessoa sentar na sua frente e inspirar essa fumaça, ou até mesmo tragar enquanto você sopra pelo cigarro -- o que vai gerar MUITA fumaça e intensificar o efeito, o que pode ser excitante.

    A canadense Noemie Sauve, uma das fumantes mais conhecidas e idolatradas da Internet, criou um aparelho para facilitar o shotgunning e acabar com os riscos de queimar a língua ou engolir cinzas. É um pequeno tubo, com diâmetro interno igual ao do cigarro, preso a uma tampa com rosca, e um outro tubo onde esta tampa é enroscada. Você coloca o cigarro no tubo pequeno, na ponta que tem a tampa, e enrosca a tampa no cano maior. Assim, você só precisa sobrar pelo cano maior para fazer a fumaça sair pelo menor. Este aparelho pode ser imitado usando-se uma seringa para temperar carnes, uma bisnaga plástica (como as de catchup e mostarda) ou mesmo um cano de PVC e uma mangueira de soro.





Balões ou outras sacolas

    Uma outra forma de brincar com grandes volumes de fumaça é encher um balão com o máximo de fumaça possível, e depois deixá-lo esvaziar de vez na sua boca, inspirando toda a fumaça acumulada. Para tornar o efeito ainda melhor, o ideal (mas mais trabalhoso) é você encher o balão com fumaça não-tragada -- isto é, você puxa fumaça para a boca e, sem tragar, empurra ela com a língua para dentro do balão, tomando o óbvio cuidado de fechar o bico do balão entre cada tragada. No fim do processo, você exala todo o ar que tiver nos pulmões, põe o bico do balão na boca e o desprende, espremendo o balão e respirando rapidamente. Se você gosta da idéia de ser completamente enchido(a) de fumaça, vai adorar esta técnica!


Cortar o filtro

    Uma forma de aumentar o volume e a temperatura da fumaça de cada tragada é cortar o filtro do cigarro, mais ou menos pela metade. Não é uma técnica muito prática -- afinal, você precisa ter uma tesoura à mão -- e, obviamente, cria um certo risco para a saúde, já que o filtro está aí para reduzir a quantidade de elementos da fumaça. Pode ser uma técnica útil se você fuma uma marca mais suave e eventualmente tem vontade de fumar algo mais forte.