Make your own free website on Tripod.com
a arte de fumar


Primeira página

Iniciantes

Tópicos avançados

Fumante: estilo de vida
        Beleza e estilo
        Regras de etiqueta
        Limpeza e higiene pessoal


Saúde

Tópicos adultos

Contato
Regras de etiqueta


    Como tudo mais na sociedade, fumar exige sua etiqueta, principalmente nesses tempos de perseguição, em que qualquer vacilo é desculpa para alguém vir encher o saco por você estar fumando. Fumantes devem saber seus limites e serem respeitosos com quem está em volta. Afinal, somos minoria, e embora haja muita gente tolerante com fumantes, há também os ativistas radicais. É preciso saber lidar com eles, e contra-atacar de forma pacífica e calma.


Regras básicas

- Siga as regras e as leis. Há lugares em que não é permitido fumar, e ponto final.

- Se houver crianças por perto, fume longe delas, ou pelo menos juntamente a um grupo de adultos. Isso reforçará a idéia de que fumar não é coisa para criança.

- Sempre pergunte se há um local para fumantes no lugar onde você estiver.

- Se alguém perto de você estiver doente ou tiver algum problema respiratório, como asma ou bronquite, não fume perto dessa pessoa.

- Se estiver fumando ao ar livre, tente se manter do lado oposto ao vento -- isto é, de forma que o vento passe primeiro pelas outras pessoas e então passe por você.

- Sopre a fumaça para cima e distante de outras pessoas, inclusive fumantes (a não ser que a outra pessoa declaradamente goste que você sopre nela!)

- Quando estiver segurando o cigarro, tome cuidado para que a fumaça dele não vá para o lado de alguém

- Use um cinzeiro para apagar o cigarro. Não jogue em lixeira, ou prato, ou lata de cerveja vazia.

- Antes de acender, pergunte à outra pessoa se ela aceita um cigarro também, se ela não tiver ou não tiver pego o cigarro dela.

- Especialmente se você for homem, fique atento para acender o cigarro da outra pessoa.

- Peça permissão antes de acender um cigarro na casa ou no carro de alguém.


Lidando com outras pessoas

    Lidar com gente que é contra fumantes pode ser uma das coisas mais chatas e irritantes que existem. Mas na verdade você não tem que aceitar a encheção de saco ou sentir culpa por fumar. É algo que você faz porque quer, você aprecia, e a opinião dos outros não deve te aborrecer. Basta você respeitá-los, e mais cedo ou mais tarde eles vão parar de reclamar. Se não adiantar, aí você terá que explicar a eles por que você fuma. Talvez até tentar fazê-los experimentar também.


Situações sociais

    Já aconteceu de você estar com alguém ou numa festa, e alguém vir até você e pedir que você apague o cigarro? Acontece. Pode ser evitado se você seguir as regras básicas: perguntar antes ao dono da casa ou gerente do bar se pode fumar naquela área, por exemplo. Às vezes, só pelo fato de você perguntar, a pessoa pode lhe permitir que fume. E se acontecer algo como alguém vir reclamar, você vai poder apontar para a pessoa que lhe autorizou e dizer "ele(a) deixou". E se o ocorrido for na sua própria casa ou festa, você pode apontar a janela como serventia da casa!

    Se você estiver em uma casa onde o dono não queira que você fume, obedeça. Porém, se você for convidado(a) novamente, explique que você acha melhor não ir, se for incômodo para você ficar com vontade de fumar e não poder. De qualquer forma, sempre chame essa pessoa para ir a festas na sua casa ou em outro lugar onde você pode fumar. Isso vai fazer a pessoa repensar se a decisão dela não foi algo muito pessoal e egoísta, e de qualquer forma vocês se respeitaram e aceitaram o jeito de cada um.


Restaurantes e bares

    Em um restaurante, antes de mais nada certifique-se que está na área de fumantes. Se houver alguém muito incomodado, sentado perto da área dos fumantes, essa pessoa é que deve procurar um lugar mais distante. Mas se ela reclamar, antes de responder chame o garçom ou maitre, e diga que você está na área de fumantes, mas a outra pessoa está incomodada e eles poderiam fazer algo para deixá-la mais confortável, como mudar ela de lugar. Isso imediatamente tira a responsabilidade das suas costas e você evita um bate-boca. Você é que está no seu direito, nesse caso.

    Fumar em bares é bem mais comum e aceito, e por isso é mais raro aparecer algum "anti" enchendo o saco -- também, se o sujeito é tão preocupado com a saúde, por que ele está num bar e não numa academia? De qualquer maneira, neste tipo de ambiente a sua resposta dependerá de como a situação acontece. Se alguém chega perto de um lugar em que você já está fumando, você pode dizer que chegou primeiro e pronto. Se você chegou depois e alguém reclama, é você quem tem que pedir desculpas (mas não precisa apagar o cigarro) e procurar outro lugar. Se o lugar já estiver cheio de fumaça, o incomodado não tem nem do que reclamar.



Contra-atacando

    Os ativistas, militantes e faladores são os piores, mas se você quiser pode enfurecê-los com um protesto calmo e silencioso. Basta ignorá-los ou responder com ironia. Eis algumas respostas que são até engraçadas:

"Caramba, você fuma igual uma chaminé, hein?"
"Bem, eu fumo o quanto eu quero"

"Ei, você poderia parar de poluir meu ar?"
"Ô, desculpe. Eu achei que era o NOSSO ar."

"É tão feio uma mulher/um cara fumando"
"Tem gente que gosta..."

"Você não sabe o que está fazendo com os seus pulmões?"
"Sim, é por isso que eu faço muito exercício!"

"Você tá querendo se matar?"
"Eu não, eu tô é curtindo a vida. Quer tentar?"

"Credo, como é que você gosta disso?"
"É só uma questão de costume!"